Não é uma história comum, porém, não é uma nova crítica. Uma viagem para utopia por meio da avaliação padronizada

Melissa Andrade-Molina

Resumo


Este trabalho é uma abordagem da avaliação padronizada construída sobre o trabalho de Foucault. A avaliação é considerada como um dispositif que permite o exercício do poder, em termos de governamentalidade. Diversos discursos sobre avaliação circulam entre agências nacionais e internacionais, que promovem sua “bondade” para o progresso e o desenvolvimento das nações. Este artigo, ao historicizar o presente, visa traçar as continuidades e descontinuidades dos discursos sobre a avaliação padronizada no Chile e retratar como os sistemas de avaliação governam os sujeitos. A estrutura deste artigo não é a estrutura acadêmica típica. Em vez disso, usa o enredo de dois filmes para articular e descrever os sistemas de avaliação como um dispositif de poder.

Palavras-chave: avaliação padronizada, dispositif, historicizar o presente, Foucault.


Texto completo: PDF (English)



ISSN 2177-6210 - Melhor visualizado no Mozilla Firefox

 

Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional [atualizado em abril/2016]

Av. Unisinos, 950. Bairro Cristo Rei, CEP 93022-750, São Leopoldo, RS. Atendimento Unisinos +55 (51) 3591 1122 R: 3219
Projeto gráfico: Jully Rodrigues