Contribuições de estratégias didáticas multiculturais e argumentativas para a formação de professores

Renato José de Oliveira, Ana Ivenicki, William de Góes Ribeiro, Janaína Pires Garcia

Resumo


Este artigo defende que a formação de professores pode ser beneficiada pelo olhar multicultural e argumentativo, a partir do qual estratégias didáticas e práticas formativas são valorizadas como meios de promover o diálogo crítico. Na primeira parte, é apontado o debate sobre o multiculturalismo, suas vertentes e seus desdobramentos na educação; a segunda traça articulações entre o multiculturalismo e a Teoria da Argumentação desenvolvida por Perelman e Olbrechts-Tyteca (1999), que preconiza tomar os sujeitos do diálogo como portadores do direito de se colocarem em posições respeitáveis. A perspectiva multicultural é pensada, então, como argumentação para o diálogo das diferenças, o que pode resultar em impactos positivos na didática e nas práticas formativas docentes. O texto apresenta metodologia híbrida, constituída de ensaio teórico, intercalado com ilustrações de estudos práticos que apoiam o argumento central defendido. Desse modo, pari passu à discussão, analisamos pesquisas desenvolvidas em metodologias qualitativas, participantes, que mostram como o enfoque multicultural e argumentativo poderia ser traduzido em experiências didáticas e em práticas formativas docentes, discutindo suas possibilidades e desafios.

Palavras-chave: práticas formativas e estratégias didáticas multiculturais, teoria da argumentação, bullying.


Texto completo: PDF



ISSN 2177-6210 - Melhor visualizado no Mozilla Firefox

 

Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional [atualizado em abril/2016]

Av. Unisinos, 950. Bairro Cristo Rei, CEP 93022-750, São Leopoldo, RS. Atendimento Unisinos +55 (51) 3591 1122 R: 3219
Projeto gráfico: Jully Rodrigues