Formação de educadores de infância em Portugal e professores de educação infantil no Brasil: aproximações e distanciamentos

Marineide Oliveira Gomes

Resumo


O texto buscou identificar aproximações e distanciamentos sobre a formação de professores para a atuação com crianças pequenas em creches e pré-escolas, por meio de revisão de literatura, análise documental e entrevistas sobre a formação de educadores de infância em Portugal e no Brasil. As conclusões indicam que as descontinuidades das políticas públicas para o ensino superior nas últimas décadas, naquele país, representaram rupturas com relação à formação anterior, em que havia especificidade na formação profissional, com consequências na qualidade formativa. Aproximamo-nos da situação portuguesa no que se refere às perspectivas de formação de professores para a atuação com crianças pequenas em ambientes institucionais (formação genérica e pouco especializada) e nos distanciamos no que diz respeito ao atendimento pleno do direito à educação das crianças de 0–3 anos em creches, situação que se traduz nos programas de formação inicial de educadores de infância em Portugal.

Palavras-chave: formação de professores de educação infantil (Brasil), formação de educadores de infância (Portugal), cursos de Pedagogia.


Texto completo: PDF



ISSN 2177-6210 - Melhor visualizado no Mozilla Firefox

 

Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional [atualizado em abril/2016]

Av. Unisinos, 950. Bairro Cristo Rei, CEP 93022-750, São Leopoldo, RS. Atendimento Unisinos +55 (51) 3591 1122 R: 3219
Projeto gráfico: Jully Rodrigues