O agenciamento Deleuze-Guattari: considerações sobre método de pesquisa e formação de pesquisadores em educação

Cintya Regina Ribeiro

Resumo


O artigo visa à problematização de método de pesquisa e formação de pesquisadores em educação a partir de um horizonte pós-estruturalista, com foco no pensamento de Gilles Deleuze e Félix Guattari e no legado pós-metafísico de Friedrich Nietzsche. O estudo desenvolve: (a) uma crítica em relação a uma condição metodológica da pesquisa que, a partir de uma visão representacional de linguagem, estabelece uma “palavra de ordem” na construção e legitimação dos problemas educacionais; (b) a exploração da experiência de trabalho de pensamento de Deleuze-Guattari tomada como estudo de caso para fomentar a discussão sobre criação de métodos de pesquisa. Apontamos que o encontro Deleuze-Guattari opera como um agenciamento na criação de uma espécie de método como acontecimento. Essa discussão é estratégica para a formação de pesquisadores, pois viabiliza o debate sobre modos de pensamento e construção linguística de problemas educacionais, modulando outras políticas de verdade em educação.

Palavras-chave: método, linguagem, pensamento.


Texto completo: PDF



ISSN 2177-6210 - Melhor visualizado no Mozilla Firefox

 

Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional [atualizado em abril/2016]

Av. Unisinos, 950. Bairro Cristo Rei, CEP 93022-750, São Leopoldo, RS. Atendimento Unisinos +55 (51) 3591 1122 R: 3219
Projeto gráfico: Jully Rodrigues




Crossref Member Badge Crossref Similarity Check logo