Relações entre rotinas em sala de aula e dificuldades de aprendizagem

Danieli Winck Iijima, Maria Lidia Sica Szymanski

Resumo


Este artigo apresenta uma pesquisa de mestrado que buscou refletir, no campo da didática, sobre as rotinas pedagógicas presentes no cotidiano escolar. Diferenciam-se os conceitos de atividade docente e rotina, entendendo-se como rotina aquelas atividades repetitivas e cotidianas. Com base em dados coletados em pesquisa de campo por meio de 96 horas/aula de observação, utilizando-se a Técnica do Registro Contínuo, dialoga-se no sentido de que, ao visar ao aspecto formativo na Educação, as rotinas podem constituir-se tanto em uma prática que contribua para que o aluno aproprie-se dos conhecimentos científicos por cujo processo a escola é responsável quanto ao contrário – podem caracterizar uma prática pedagógica enfadonha, caso não sejam planejadas e diversificadas, acarretando, neste sentido, possíveis dificuldades de aprendizagem.

Palavras-chave: rotinas pedagógicas, processos de ensino e aprendizagem, dificuldades de aprendizagem.


Texto completo: PDF



ISSN 2177-6210 - Melhor visualizado no Mozilla Firefox

 

Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional [atualizado em abril/2016]

Av. Unisinos, 950. Bairro Cristo Rei, CEP 93022-750, São Leopoldo, RS. Atendimento Unisinos +55 (51) 3591 1122 R: 3219
Projeto gráfico: Jully Rodrigues




Crossref Member Badge Crossref Similarity Check logo