Constituição de um ethos de formação no Pibid/Unisinos: processos de subjetivação na iniciação à docência

Maria Cláudia Dal'Igna, Elí Henn Fabris

Resumo


Este artigo apresenta parte dos resultados de duas pesquisas que têm como objetivo descrever e analisar possíveis efeitos do programa de formação inicial de professores Pibid, o qual visa promover a inserção de estudantes de licenciatura no contexto das escolas públicas, contribuindo para o aperfeiçoamento de sua formação. Apoiando-se em dois campos teóricos – Estudos Foucaultianos e Estudos em Docência –, o presente artigo examina como se constitui o que nomeamos de ethos de formação: certo modo de ser e de agir resultante de processos pelos quais cada um aprende a ver a si mesmo, a refletir sobre suas próprias ações, a operar transformações sobre si mesmo. Os resultados mostram que esse programa de formação inicial está implicado na fabricação de determinadas subjetividades, na medida em que regula as relações de estudantes de licenciatura consigo mesmos, produzindo um modo de viver o processo de formação. Ao mesmo tempo, esse ethos de formação cria condições para o desenvolvimento de uma formação voltada para o cuidado de si mesmo e do outro, possibilitando novas formas de produção de si e de relações com os outros.

Palavras-chave: formação de professores, iniciação à docência, subjetivação, ethos de formação.


Texto completo: PDF



ISSN 2177-6210 - Melhor visualizado no Mozilla Firefox

 

Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional [atualizado em abril/2016]

Av. Unisinos, 950. Bairro Cristo Rei, CEP 93022-750, São Leopoldo, RS. Atendimento Unisinos +55 (51) 3591 1122 R: 3219
Projeto gráfico: Jully Rodrigues




Crossref Member Badge Crossref Similarity Check logo