A formação inicial de professores de química pensada a partir de alguns pressupostos do educar pela pesquisa

Elisa Prestes Massena

Resumo


O presente artigo discute a formação inicial de professores de Química a partir da construção de Situações de Estudo em que foram considerados alguns pressupostos do educar pela pesquisa. Como instrumento de reflexão, utilizamos as narrativas elaboradas por licenciandos participantes, há pelo menos dois anos, do Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência (Pibid) de Química, de uma universidade pública localizada no Sul da Bahia, Brasil. Consideramos para a análise e discussão dos achados da pesquisa autores que apontam as narrativas como constituidoras dos sujeitos em formação e também a importância dos coletivos de pesquisa na apreensão da constituição docente. As narrativas, consideradas o corpus do estudo, foram analisadas à luz da Análise Textual Discursiva (ATD) e apontam o ambiente escolar como local de construção de uma atitude investigativa e a importância do trabalho coletivo na constituição do futuro professor e durante a formação inicial. Esta última é vista com algumas lacunas pelos licenciandos, até mesmo devido à fragmentação na formação ao longo do curso. No entanto, o Programa nos possibilita pensar em alternativas para a formação de professores e a oportunidade de se (re)pensar aspectos dos cursos de licenciatura descritos há anos na literatura e que contribuem para novas possibilidades de interação entre a universidade e a escola.

Palavras-chave: formação de professores de Química, educar pela pesquisa, Pibid.


Texto completo: PDF



ISSN 2177-6210 - Melhor visualizado no Mozilla Firefox

 

Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional [atualizado em abril/2016]

Av. Unisinos, 950. Bairro Cristo Rei, CEP 93022-750, São Leopoldo, RS. Atendimento Unisinos +55 (51) 3591 1122 R: 3219
Projeto gráfico: Jully Rodrigues




Crossref Member Badge Crossref Similarity Check logo