Formação universitária, expectativas e condições de inserção profissional

Márcio Luiz Bernardim

Resumo


Este artigo trata da relação entre educação e trabalho a partir de investigação empírica com estudantes universitários. Os dados foram obtidos mediante a aplicação de um questionário a alunos de diversos cursos de uma universidade pública do interior do Estado do Paraná. Os resultados apresentam a caracterização desse público quanto à situação de emprego durante o percurso que vai do ingresso na universidade à formatura, bem como as perspectivas de futuro quanto ao trabalho e à educação; mostram, ainda, as percepções dos estudantes quanto ao mercado de trabalho e suas relações com a educação escolar. A utilização de referencial teórico da área e o cotejamento dos dados empíricos obtidos com outros estudos similares e indicadores estatísticos oficiais permitem perceber que, apesar da pressão social para que os jovens continuem os estudos em nível universitário, isso por si só não assegura a inserção profissional e sequer garante melhores condições de trabalho e renda.

Palavras-chave: formação universitária, mercado de trabalho, emprego, desemprego, educação.


Texto completo: PDF



ISSN 2177-6210 - Melhor visualizado no Mozilla Firefox

 

Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional [atualizado em abril/2016]

Av. Unisinos, 950. Bairro Cristo Rei, CEP 93022-750, São Leopoldo, RS. Atendimento Unisinos +55 (51) 3591 1122 R: 3219
Projeto gráfico: Jully Rodrigues




Crossref Member Badge Crossref Similarity Check logo