Políticas públicas para a educação a distância: democratização do ensino superior?

Vanderson de Sousa Silva

Resumo


O presente artigo visa discutir as políticas públicas referentes à modalidade de educação a distância, no que se refere às relações do processo econômico e político. Partindo da constatação de que toda política pública é fruto de uma visão do real, do mundo, pretende-se neste estudo balizar as relações de capitalização do ensino num modelo neoliberal. Constatamos que o modelo de implementação da modalidade de EaD sustentado pelo discurso de “democratização” da educação superior na realidade revela o subjacente processo de mercantilização e privatização da educação no Brasil nos últimos governos: FHC e Lula. No presente trabalho assumiremos a teoria marxista como referencial teórico que norteará nosso estudo.

Palavras-chave: educação a distância, neoliberalismo, mercantilização.


Texto completo: PDF



ISSN 2177-6210 - Melhor visualizado no Mozilla Firefox

 

Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional [atualizado em abril/2016]

Av. Unisinos, 950. Bairro Cristo Rei, CEP 93022-750, São Leopoldo, RS. Atendimento Unisinos +55 (51) 3591 1122 R: 3219
Projeto gráfico: Jully Rodrigues




Crossref Member Badge Crossref Similarity Check logo