Encontros na formação: a fotografia como invenção de problemas

Alice Dalmaso, Deisi Sangoi, Francine Tadielo

Resumo


O presente artigo tem como objetivo trazer a questão da aprendizagem numa perspectiva inventiva e, a partir disso, relatar uma experiência de produção de problemas através de fotografias, realizada num espaço de formação de professores. O desenvolvimento de um outro olhar sobre a temática da aprendizagem se deu no encontro com as leituras no campo da cognição de Virgínia Kastrup. Aprender, sob a perspectiva da arte e de uma cognição inventiva, faz a cognição diferir de si mesma, bifurcar, não submetendo a aprendizagem a seus resultados, num constante movimento de invenção de problemas. Neste contexto, através da utilização de fotos e do uso de diários pessoais, interviemos em um grupo de 10 alunos de disciplina de estágio de um curso de licenciatura, no desejo de um movimento que circulasse pela produção de problemas, de imposição de forças que permitissem rupturas recognitivas, afecção. Que imagem os afeta? O quanto se aprende frente a imagens que emitem signos? Da perplexidade diante das imagens, do não saber lidar com elas, de palavras não conseguirem ocupar o espaço em branco dos diários, das incertezas e das certezas que carregam, podemos aqui apenas inferir o efeito das imagens enquanto força que ela é e provoca.

Palavras-chave: aprendizagem, fotografia, formação de professores.

Texto completo: PDF



ISSN 2177-6210 - Melhor visualizado no Mozilla Firefox

 

Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional [atualizado em abril/2016]

Av. Unisinos, 950. Bairro Cristo Rei, CEP 93022-750, São Leopoldo, RS. Atendimento Unisinos +55 (51) 3591 1122 R: 3219
Projeto gráfico: Jully Rodrigues




Crossref Member Badge Crossref Similarity Check logo