Contribuições da contação de histórias infantis e a formação de crianças leitoras

Norma Lucia Queiroz, Diva Albuquerque Maciel

Resumo


Este artigo tem como objetivo discutir a contribuição da audição de histórias infantis e o caráter socializador da literatura para a formação de crianças leitoras, mesmo quando elas ainda não sabem ler convencionalmente. O estudo foi realizado com uma turma de educação infantil do Centro Comunitário do Paranoá (DF). Focalizamos aqui a análise de uma das Sessões Estruturadas (SE) que integraram o projeto A Hora do Conto e a Escrita Significativa de Textos. Com base na abordagem sociocultural construtivista, a análise microgenética da SE explora os conceitos de Zona do Desenvolvimento Proximal (ZDP), Zona de Movimento Livre (ZML), Zona de Promoção da Ação (ZPA), bem como os de complementaridade, especularidade e alternância de papéis. Indicadores de enlevo das crianças com a audição e coconstrução de histórias são enfatizados como elementos fundamentais para a formação de leitores.

Palavras-chave: audição de histórias infantis, educação infantil, abordagem sociocultural construtivista.

Texto completo: PDF



ISSN 2177-6210 - Melhor visualizado no Mozilla Firefox

 

Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional [atualizado em abril/2016]

Av. Unisinos, 950. Bairro Cristo Rei, CEP 93022-750, São Leopoldo, RS. Atendimento Unisinos +55 (51) 3591 1122 R: 3219
Projeto gráfico: Jully Rodrigues




Crossref Member Badge Crossref Similarity Check logo