Tecnologias digitais e educação: para qual desenvolvimento?

Telmo Adams, Vitor A. Schütz, Gilmar Staub, Janaína Menezes

Resumo


O artigo tem como objetivo problematizar, no atual contexto de globalização, as relações entre três temas: educação, tecnologias digitais e desenvolvimento. Desde um horizonte histórico-crítico dialoga-se com autores das tecnologias de comunicação e informação em confronto com outros que trazem a tensão entre paradigma convencional e emergente e suas concepções de desenvolvimento. A metodologia consistiu na reflexão sobre o movimento sócio-histórico para identificar contradições e possíveis tendências no atual processo de globalização sob a influência decisiva das tecnologias digitais como componente potencializador de mediações educadoras e novos modos de cognição. Como resultados, o estudo aponta desafios e caminhos para uma educação crítica que passa pela desmistificação da pseudoneutralidade das tecnologias digitais. Indica-se a necessidade de uma educação que compreenda as tecnologias digitais como parte do espaço de disputa ideológica de visões de sociedade que se quer construir. Destacam-se as possibilidades de uma emancipação digital que implica trilhar o caminho de um paradigma emergente, colocando as tecnologias a serviço de um desenvolvimento solidário com sustentabilidade socioambiental.

Palavras-chave: tecnologias digitais, educação, desenvolvimento, formação de professores,
emancipação digital.


Texto completo: PDF



ISSN 2177-6210 - Melhor visualizado no Mozilla Firefox

 

Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional [atualizado em abril/2016]

Av. Unisinos, 950. Bairro Cristo Rei, CEP 93022-750, São Leopoldo, RS. Atendimento Unisinos +55 (51) 3591 1122 R: 3219
Projeto gráfico: Jully Rodrigues




Crossref Member Badge Crossref Similarity Check logo