A eleição de diretores nas políticas de democratização da educação na região metropolitana do Recife

Luciana Rosa Marques

Resumo


O trabalho analisa o papel da eleição de dirigentes escolares nas políticas municipais de democratização/descentralização da educação, em municípios da Região Metropolitana do Recife. Para tal, discute como a democracia se constituiu como objeto de discurso na educação brasileira. A pesquisa empírica foi realizada através de entrevistas com os/as secretários/as municipais de Educação, e elas foram analisadas a partir dos aportes da teoria do discurso, de corte laclauniano, que busca explicar o social a partir do discurso. Os dados indicaram que, para os/as secretários/as, a eleição de diretores é um importante elemento de construção da democracia na escola. Todavia, a eleição não garante a democracia nas Unidades Escolares para os/as entrevistados/as. O sentido hegemônico presente em seus discursos é o de que é importante a construção de práticas democráticas no cotidiano da escola, principalmente através do Conselho Escolar. Percebe-se, ainda, que a democratização é um elemento constitutivo do discurso de todos/as os/as gestores da educação municipal. No entanto, seu sentido é diferente, tendo em vista a perspectiva política com a qual estes/estas gestores se coadunam. 

Palavras-chave: políticas de descentralização da educação, eleição de diretores, teoria do discurso.


Texto completo: PDF



ISSN 2177-6210 - Melhor visualizado no Mozilla Firefox

 

Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional [atualizado em abril/2016]

Av. Unisinos, 950. Bairro Cristo Rei, CEP 93022-750, São Leopoldo, RS. Atendimento Unisinos +55 (51) 3591 1122 R: 3219
Projeto gráfico: Jully Rodrigues




Crossref Member Badge Crossref Similarity Check logo