Um estudo sobre o trabalho com a linguagem oral e escrita na pré-escola

Maria Izete de Oliveira, Rinalda Bezerra Carlos

Resumo


Este texto tem como finalidade apresentar o resultado de uma pesquisa realizada em escolas de Educação Infantil, que teve por objetivo avaliar se a prática pedagógica das professoras contribui para o desenvolvimento da linguagem oral e escrita no que tange à apropriação da forma culta da língua e à construção de leitores. Procuramos constatar se há intencionalidade por parte das professoras em proporem atividades relacionadas à linguagem oral e escrita, a fim de proporcionar o desenvolvimento das crianças com relação a essa área do conhecimento. A pesquisa tem como aportes teóricos, além de documentos e leis, autores como: Abramovich (1995), Sampaio (2000), Arce e Martins (2007), Faria e Salles Dias (2007) Placco e Silva (2008). Como técnica de coleta de dados foi utilizada a observação sistemática da prática pedagógica de três professoras que atuavam em pré-escolas municipais. Em suma, os resultados indicam que a prática dessas professoras, de modo geral, não atende ao que é preconizado pelos documentos oficiais sobre a Educação Infantil e pela literatura da área. Assim, nossos resultados nos remeteram a outras inquietações e investigações. 

Palavras-chave: linguagem, prática pedagógica, pré-escola.


Texto completo: PDF



ISSN 2177-6210 - Melhor visualizado no Mozilla Firefox

 

Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional [atualizado em abril/2016]

Av. Unisinos, 950. Bairro Cristo Rei, CEP 93022-750, São Leopoldo, RS. Atendimento Unisinos +55 (51) 3591 1122 R: 3219
Projeto gráfico: Jully Rodrigues




Crossref Member Badge Crossref Similarity Check logo