Práticas de escolarização: história e memória do ensino rural na região nordeste do Rio Grande do Sul (1910-1940)

Luciane Sgarbi Santos Grazziotin

Resumo


O presente trabalho discute práticas diferenciadas da educação rural em duas regiões no nordeste do Rio Grande do Sul: a Região Colonial Italiana (RCI) e a Região dos Campos de Cima da Serra (RCCS), ambas localizadas no nordeste do Estado, mas que, no mesmo período, apresentaram diferenças marcantes em suas práticas de ensino. Com o objetivo de reconstruir um fragmento da História da Educação Rural no Rio Grande do Sul entre as décadas de 1910 a 1940, a pesquisa utiliza a História Oral como metodologia e de dois acervos de memória, onde os depoimentos de diferentes sujeitos, alunos e professores da zona rural, narram estratégias adotadas no meio rural para dar conta dos processos de escolarização. Quando se comparam as duas regiões, na RCCS as práticas observadas, durante a pesquisa, dizem respeito, em grande medida, à forma de escolarização que se denominou “Aulas com professores em casa”. No caso da RCI, mesmo sendo o ensino público precário e deficiente, é através da implantação das chamadas escolas comunitárias que a escolarização acontece.

Palavras-chave: práticas de escolarização, ensino rural, História, memória.


Texto completo: PDF



ISSN 2177-6210 - Melhor visualizado no Mozilla Firefox

 

Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional [atualizado em abril/2016]

Av. Unisinos, 950. Bairro Cristo Rei, CEP 93022-750, São Leopoldo, RS. Atendimento Unisinos +55 (51) 3591 1122 R: 3219
Projeto gráfico: Jully Rodrigues




Crossref Member Badge Crossref Similarity Check logo