O papel do professor da Educação Infantil e as contribuições da psicologia histórico-cultural

Jaqueline Cristina Massucato, Heloisa Helena Oliveira de Azevedo

Resumo


O presente artigo tem por objetivo evidenciar a importância do papel do professor de Educação Infantil, ressaltando a necessidade de lutar por sua valorização profissional e social. Sendo de natureza bibliográfica, tem como referencial teórico a Psicologia Histórico-Cultural, por se mostrar fecunda para repensarmos esse papel de mediador do conhecimento e das condições sociais objetivas nas quais ele se torna possível. Além disso, evidencia-se a necessidade de formação específica para atuar na Educação Infantil, pois ser professor é antes de tudo uma profissão que visa à formação humana, abrangendo a necessidade de formação técnica e alicerçada em conhecimentos científicos, éticos, políticos e filosóficos. Assim, a imagem que o professor tem sobre a profissão poderá influenciar a reconstrução de sua identidade como alguém muito importante, cuja atividade profissional é de relevância na vida da sociedade. Na parte final do artigo, discute-se o papel das escolas de Educação Infantil como instituições educativas fundamentais para a mediação da cultura, dos conhecimentos científicos, das artes e da possibilidade de humanização dos sujeitos.

Palavras-chave: psicologia histórico-cultural, Educação Infantil, identidade docente, formação de professores.


Texto completo: PDF



ISSN 2177-6210 - Melhor visualizado no Mozilla Firefox

 

Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional [atualizado em abril/2016]

Av. Unisinos, 950. Bairro Cristo Rei, CEP 93022-750, São Leopoldo, RS. Atendimento Unisinos +55 (51) 3591 1122 R: 3219
Projeto gráfico: Jully Rodrigues




Crossref Member Badge Crossref Similarity Check logo