Currículo, cultura e sociedade

Alfredo Veiga-Neto

Resumo


O texto discute o papel social e cultural do currículo – enquanto artefato próprio da educação escolarizada –, em especial no que concerne às percepções, aos significados e aos usos do espaço e do tempo, na Modernidade. Colocando-se a serviço da episteme da ordem e representação, o currículo contribuiu decisivamente para a constituição do sujeito moderno. Na medida em que hoje estão acontecendo profundas e rápidas modificações espaço-temporais, é importante conhecer não apenas quais são os novos papéis reservados ao currículo, mas também quais as implicações políticas que terá o alargamento de seu conceito para os âmbitos sociais e culturais que transcendem a escola.

Palavras-chave: currículo, cultura, Michel Foucault, modernidade, espaço e tempo.


Texto completo: PDF



ISSN 2177-6210 - Melhor visualizado no Mozilla Firefox

 

Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional [atualizado em abril/2016]

Av. Unisinos, 950. Bairro Cristo Rei, CEP 93022-750, São Leopoldo, RS. Atendimento Unisinos +55 (51) 3591 1122 R: 3219
Projeto gráfico: Jully Rodrigues




Crossref Member Badge Crossref Similarity Check logo