A proposta pedagógica para o ensino médio: a interlocução entre a formação por competências e as práticas pedagógicas cotidianas

Beatriz Maria Boéssio Atrib Zanchet

Resumo


A Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional, aprovada em 1996, conferiu “caráter de norma legal à condição do Ensino Médio como parte da Educação Básica”, provocando profundas alterações na identidade desse nível de ensino, explicitadas nas Diretrizes Curriculares Nacionais para o Ensino Médio e nos Parâmetros Curriculares Nacionais. O discurso oficial anunciou a separação entre o ensino médio e a educação profissional, enfatizando a importância da educação média assumir um caráter de formação geral. Os textos oficiais referem-se ao ensino médio como aquele que deverá vincular-se ao mundo do trabalho com a função de desenvolver a pessoa humana para o exercício da cidadania. Definem, ainda, a identidade do ensino médio numa dimensão de contemporaneidade, dotando-a de flexibilidade e diversificação necessárias à articulação com o mundo produtivo orientando uma reforma curricular centrada no desenvolvimento de competências. Esse texto discute os pressupostos conceituais que permeiam a formação por competências pretendida para o ensino médio e tenta compreender, através do depoimento dos professores, o cenário que abrigou a reforma proposta. Ouvir os docentes foi fundamental para elucidar as leituras feitas pelos protagonistas escolares na sua condição cultural e no território concreto onde se movimentam.

Palavras-chave: ensino médio, formação por competências, prática pedagógica.

Texto completo: PDF



ISSN 2177-6210 - Melhor visualizado no Mozilla Firefox

 

Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional [atualizado em abril/2016]

Av. Unisinos, 950. Bairro Cristo Rei, CEP 93022-750, São Leopoldo, RS. Atendimento Unisinos +55 (51) 3591 1122 R: 3219
Projeto gráfico: Jully Rodrigues




Crossref Member Badge Crossref Similarity Check logo