Modernidade e modernização no Rio Grande do Sul: a expansão da escola pública (1889-1930)

Berenice Corsetti

Resumo


No Rio Grande do Sul do final do século XIX e das primeiras décadas do século XX, assistimos a uma série de modificações sociais entre as quais o problema da escola pública mereceu um destaque importante. O advento da República colocou no poder um grupo de dirigentes que eram portadores de um projeto político destinado a modernizar o Rio Grande. A escola – como instituição do Estado – foi colocada, então, nas falas governamentais, como exigência da cidadania. O projeto político dos positivistas republicanos, nesse quadro, envolveu a escola pública, nos marcos de uma organização educacional e de uma política do Estado para o setor da educação, as quais estaremos analisando neste trabalho. Nosso estudo apresenta as principais orientações adotadas pela política educacional, as quais influenciaram a organização do ensino. Estaremos privilegiando, portanto, o papel do Estado na expansão da escola pública, sinalizando para as principais características adotadas pela instituição escolar, no contexto histórico apontado.

Palavras-chave: modernidade, modernização, escola pública, Rio Grande do Sul.

Texto completo: PDF



ISSN 2177-6210 - Melhor visualizado no Mozilla Firefox

 

Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional [atualizado em abril/2016]

Av. Unisinos, 950. Bairro Cristo Rei, CEP 93022-750, São Leopoldo, RS. Atendimento Unisinos +55 (51) 3591 1122 R: 3219
Projeto gráfico: Jully Rodrigues




Crossref Member Badge Crossref Similarity Check logo