Na contramão da cultura individualista: processos educativos em grupos juvenis e capital social

Rute Baquero, Lúcio Jorge Hammes

Resumo


O artigo tem por objetivo problematizar processos educativos de natureza nãoformal, desenvolvidos em grupos juvenis vinculados a três organizações que têm, na vivência em grupo, a base da formação da juventude. As organizações às quais os grupos estudados estão vinculados são: Rede Em Busca da Paz (EBP), Pastoral da Juventude Estudantil (PJE) e Movimento dos Sem Terra (MST). Postula-se, no estudo, que os grupos juvenis de convivência, organizados em sistemas horizontais de participação, propiciam aprendizados que favorecem o desenvolvimento de capacidades individuais e coletivas, relações de confiança e de entre-ajuda, com efeitos para além do grupo, constituindo-se em mediações importantes para a construção de capital social junto à juventude.

Palavras-chave: processos de formação, juventude, capital social.

Texto completo: PDF



ISSN 2177-6210 - Melhor visualizado no Mozilla Firefox

 

Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional [atualizado em abril/2016]

Av. Unisinos, 950. Bairro Cristo Rei, CEP 93022-750, São Leopoldo, RS. Atendimento Unisinos +55 (51) 3591 1122 R: 3219
Projeto gráfico: Jully Rodrigues




Crossref Member Badge Crossref Similarity Check logo