(Com)partilhando o sentido de ser pesquisador-iniciante no curso de pedagogia

Geida Maria Cavalcanti de Sousa

Resumo


Este estudo propõe-se a descrever as situações vividas na sala de aula, revelando modos de ser pesquisador-iniciante, durante o ensino-aprendizagem da disciplina Orientação Monográfica do Curso de Pedagogia da Faculdade de Formação de Professores de Petrolina, da Universidade de Pernambuco, em 2003. Inspirado na psicologia humanista e numa perspectiva fenomenológica, esse estudo envolveu estudantes, apresentando experiências, vivências, dados coletados, principalmente, através da observação participante, diário de campo e depoimentos escritos. A Abordagem Centrada na Pessoa desencadeia um processo de mudanças internas e externas, levando o pesquisador-iniciante a se perceber enquanto pessoa, investindo na construção e reconstrução de novos saberes, tendo a pesquisa como suporte necessário à formação do professor. Ser pesquisador é conviver com angústias, dores, desejos, sonhos, possibilidades e limites, num processo em que a dimensão afetiva não pode ser negada.

Palavras-chave: pesquisador-iniciante, pedagogia, psicologia humanista, perspectiva fenomenológica.

Texto completo: PDF



ISSN 2177-6210 - Melhor visualizado no Mozilla Firefox

 

Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional [atualizado em abril/2016]

Av. Unisinos, 950. Bairro Cristo Rei, CEP 93022-750, São Leopoldo, RS. Atendimento Unisinos +55 (51) 3591 1122 R: 3219
Projeto gráfico: Jully Rodrigues




Crossref Member Badge Crossref Similarity Check logo