Alfabetização científico-tecnológico-digital e Plataforma Lattes: quais sentidos?

Patrícia dos Santos Nunes

Resumo


Este artigo é produto da dissertação de Mestrado da autora, que se constituiu em uma pesquisa cujo objetivo era problematizar a experiência pedagógica com alunos e alunas de uma escola de ensino médio da rede pública estadual do Rio Grande do Sul, realizada durante o segundo semestre de 2005. A experiência teve como lócus o Laboratório de Informática. O objetivo principal foi envolver os estudantes em atividades que utilizaram como recurso a Internet, mais especificamente a Plataforma Lattes do CNPq, com vistas ao processo de alfabetização científico-tecnológico-digital dos mesmos. Esta é entendida como a possibilidade de realizar uma melhor leitura do mundo, através da linguagem da ciência, aliada à capacidade de lidar com os artefatos tecnológicos, em especial a informática, o que permite uma apropriação crítica dos códigos digitais. Apoiando-se em tal concepção, são analisados os sentidos dados pelos alunos à experiência pedagógica vivida. Para tanto, se fez necessário investigar o universo que permeia a inter-relação da ciência, tecnologia e cultura na educação e na sociedade. O presente artigo tem como objetivo apresentar não somente as problematizações e inquietudes da autora, mas principalmente algumas “verdades provisórias” encontradas durante tal produção científica.

Palavras-chave: alfabetização científica, alfabetização tecnológica, afabetização digital, ciência, Plataforma Lattes.

Texto completo: PDF



ISSN 2177-6210 - Melhor visualizado no Mozilla Firefox

 

Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional [atualizado em abril/2016]

Av. Unisinos, 950. Bairro Cristo Rei, CEP 93022-750, São Leopoldo, RS. Atendimento Unisinos +55 (51) 3591 1122 R: 3219
Projeto gráfico: Jully Rodrigues




Crossref Member Badge Crossref Similarity Check logo