Produção e legitimação de saberes no e para o trabalho e educação cooperativa

Maria Clara Bueno Fischer

Resumo


O artigo apresenta uma reflexão sobre relações entre educação cooperativa e o tema da produção e legitimação de saberes no e para o trabalho associado. A proposição central, em torno da qual a reflexão é desenvolvida, é a de que a elaboração e realização de dispositivos de formação para a educação cooperativa podem ser enriquecidas a partir de uma fundamentação teórica e metodológica que se assente nas experiências de sistematização em Educação Popular, nas perspectivas teóricas sobre Biografias Formadoras e, também, na Ergologia. Argumenta-se que esses referenciais são essenciais para o desenvolvimento de propostas de formação que permitam a apropriação crítica dos trabalhadores de sua experiência de trabalho, questão-chave para o desenvolvimento do seu protagonismo e autonomia no trabalho.

Palavras-chave: economia popular e solidária, saberes, educação cooperativa, sistematização, biografias formadoras.

Texto completo: PDF



ISSN 2177-6210 - Melhor visualizado no Mozilla Firefox

 

Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional [atualizado em abril/2016]

Av. Unisinos, 950. Bairro Cristo Rei, CEP 93022-750, São Leopoldo, RS. Atendimento Unisinos +55 (51) 3591 1122 R: 3219
Projeto gráfico: Jully Rodrigues




Crossref Member Badge Crossref Similarity Check logo