Trabalho docente: buscando novos sentidos a partir de Habermas e Marcuse

Maria Odila Finger Fernandes Lima, Rosa Maria Filippozzi Martini

Resumo


Este estudo objetiva refletir sobre o trabalho docente, a partir da teoria da ação comunicativa de Habermas e da arte de Marcuse, como processo emancipatório. Busca-se, assim, vislumbrar os potenciais emancipatórios na razão comunicativa, tendo como cenário principal o trabalho docente, em que os professores, ao se colocarem como falantes, ouvintes e participantes, possam chegar a um consenso acerca de algo do mundo da vida. Do mesmo modo, o intuito é também pensar a forma estética como um meio de emersão de processos emancipatórios, possibilitando o surgimento da subjetividade, uma vez que pode vir à tona a história dos encontros, das paixões, alegrias e tristezas do cotidiano do trabalho docente.

Palavras-chave: estética, trabalho docente, razão comunicativa.

Texto completo: PDF



ISSN 2177-6210 - Melhor visualizado no Mozilla Firefox

 

Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional [atualizado em abril/2016]

Av. Unisinos, 950. Bairro Cristo Rei, CEP 93022-750, São Leopoldo, RS. Atendimento Unisinos +55 (51) 3591 1122 R: 3219
Projeto gráfico: Jully Rodrigues




Crossref Member Badge Crossref Similarity Check logo