O pensamento educacional de Santo Tomás de Aquino como consequência de sua teologia e de sua filosofia

Gustavo Araújo Batista

Resumo


Santo Tomás de Aquino (1224/5-1274) é considerado o mais elevado pensador escolástico. Sua filosofia e sua teologia influenciaram pensadores tanto de orientação cristã como de orientação não cristã. Refletindo sobre as convergências e as divergências entre a razão e a fé, ele considera que a Filosofia e a Teologia têm, portanto, semelhanças e diferenças, uma vez que tomam, respectivamente, tais objetos como matérias fundamentais de estudo. Ao estabelecer os campos comuns e particulares da Filosofia e da Teologia, promove não só a conciliação entre elas, mas, também, uma simbiose, já que tanto a razão quanto a fé procedem da mesma fonte (Deus) e não podem contradizer-se. Orientado por tais considerações, tece uma reflexão de caráter educacional que se consigna em sua obra intitulada Sobre o ensino ou De Magistro (Sobre o mestre).

Palavras-chave: educação, Filosofia, Santo Tomás de Aquino, Teologia.  

Texto completo: PDF



ISSN 2177-6210 - Melhor visualizado no Mozilla Firefox

 

Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional [atualizado em abril/2016]

Av. Unisinos, 950. Bairro Cristo Rei, CEP 93022-750, São Leopoldo, RS. Atendimento Unisinos +55 (51) 3591 1122 R: 3219
Projeto gráfico: Jully Rodrigues




Crossref Member Badge Crossref Similarity Check logo