Em repúdio à polêmica: tolerância e ideologia na obra de Clément Rosset

Rui Carlos Mayer

Resumo


A intenção do presente estudo é localizar as relações entre tolerância e ideologia por meio de uma investigação acerca da viabilidade da interação tolerante entre pessoas vinculadas a diferentes ideologias. Neste esforço, foram apropriados certos pressupostos, premissas e argumentos do pensamento de Clément Rosset, em especial: 1) uma dupla abordagem da noção de tolerância, em que se evidencia sua concepção como valor moral e valoração social, porém se considera ainda sua concepção como mecanismo cognitivo; 2) o entendimento da ideologia como um conjunto de ideias aparentemente coesas expressadas num encadeamento de lapsos, hiatos e lacunas. No desenvolvimento da investigação, nota-se que uma práxis de delimitação social da tolerância leva à conformação de uma concepção ideologizada de tolerância. O que ocorre em sociedade, então, são várias práxis de delimitação social da tolerância, desenvolvidas por e para ideologias diversas e coexistentes, e que mantém entre si uma necessária relação de polêmica.

Palavras-chave


Tolerância; ideologia; Clément Rosset.

Referências


ABAGNNANO, N. 2007a. Ideologia. In: N. ABAGNNANO, Dicionário de filosofia. 5. ed. São Paulo, Martins Fontes, p. 531-533. (Trad. de A. Bosi e I. Benedetti.)

______. 2007b. Tolerância. In: N. ABAGNNANO, Dicionário de filosofia. 5. ed. São Paulo, Martins Fontes, p. 961-962. (Trad. de A. Bosi e I. Benedetti.)

COMTE-SPONVILLE, A. 2000. A tolerância. In: A. COMTE-SPONVILLE, Pequeno tratado das grandes virtudes. São Paulo, Martins Fontes, p. 123-135. (Trad. de E. Brandão.)

GÓMEZ, P. M. 1997. De los inconvenientes de la tolerancia: Clément Rosset y los ilustrados. In: X. L. B. BARREIRO et al. (eds.), Censura e ilustración. Santiago de Compostela, USC, p. 69-76.

ROSSET, C. 2016. Desmobilizar. Revista Trágica, 9(3): 109-113. (Trad. de R. Almeida e L. Coppi.)

______. 1989a. Lógica do pior. Rio de Janeiro, Espaço e Tempo, 198 p. (Trad. de F. Ribeiro e I. Bentes.)

______. 1989b. Prefácio à edição brasileira. In: C. ROSSET, Lógica do pior. Rio de Janeiro, Espaço e Tempo, p. 7-9. (Trad. de F. Ribeiro e I. Bentes.)

______. 1971. Logique du pire : éléments pour une philosophie tragique. Paris, PUF, 180 p.

______. 2008. O real e seu duplo: ensaio sobre a ilusão. 2. ed. Rio de Janeiro, José Olympio, 126 p. (Trad. e apresentação de J. T. Brum.)

______; TÉLLEZ, F. 1999. Diálogo con Clément Rosset. Ideas y Valores, 48(110): 127-132.

WATERLOT, G. 1998. La tolérance et ses limites : un problème pour l’éducateur. Spirale, 10(21): 159-165.


Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN: 1808-5253 - Melhor visualizado no Mozilla Firefox

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0

São Leopoldo, RS. Av. Unisinos, 950. Bairro Cristo Rei, CEP: 93.022-000. Atendimento Unisinos +55 (51) 3591 1122