A sociedade bem-ordenada em J.-J. Rousseau: do amor de si ao amor à ordem

João Pedro Andrade de Campos

Resumo


Neste artigo, iremos utilizar como aporte a ideia de Ordem, presente tanto no pensamento moral quanto no pensamento político de Jean-Jacques Rousseau. Em nosso trabalho, discorreremos sobre o conceito de Amor de si (amour-de-soi) e a noção de Amor à ordem (amour de l’ordre), mostrando como o pensador genebrino expõe tal tópica e sublinha sua relevância, em um primeiro momento, pré-reflexiva no que tange a conservação natural dos homens e, em um segundo momento, dada sua expansão, para a formação de uma sociedade bem-ordenada. Assim, discutiremos que a formação de uma sociedade bem-ordenada, em nosso entendimento, perpassa pelo conceito de Amor de si e remete ao princípio de Amor à ordem.

Palavras-chave


Amor à ordem; Amor de si; Sociedade bem-ordenada; Moral; Política.

Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN: 1808-5253 - Melhor visualizado no Mozilla Firefox

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0

São Leopoldo, RS. Av. Unisinos, 950. Bairro Cristo Rei, CEP: 93.022-000. Atendimento Unisinos +55 (51) 3591 1122