Crença, ação e moralidade

Fabrício Mateus de Mello

Resumo


No presente artigo, a teoria da ação é estudada com base na relação existente entre a crença e a ação. A ação humana de cunho moral pode ter relação com crenças, uma vez que falsas crenças podem produzir erros morais. Parfit considera que um erro é relativo ao conhecimento do fato, de suas evidências e as consequências da ação e enfatiza que o juízo moral precisa ser analisado sob todas essas perspectivas. Seguindo Hegel, Taylor entende que ação é resultante de um propósito ou uma vontade subjetiva. Nosso objetivo, portanto, é compreender a relação entre crença e moralidade, enfatizando a importância de se considerar a verdade daquilo que se crê, para fins de ter segurança na propriedade da ação moral como correta e evitar o erro.

Palavras-chave


Teoria da Ação, Moral, Parfit, Taylor, Hegel.

Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN: 1808-5253 - Melhor visualizado no Mozilla Firefox

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0

São Leopoldo, RS. Av. Unisinos, 950. Bairro Cristo Rei, CEP: 93.022-000. Atendimento Unisinos +55 (51) 3591 1122