A Vida (In)Dizível: A Escuta Ativa de Crianças em Acolhimento Institucional

Isabela Silva Rocha, Martha Franco Diniz Hueb, Fabio Scorsolini-Comin

Resumo


O acolhimento institucional é uma medida de caráter temporário que deve possibilitar à criança seu desenvolvimento e autonomia dentro de um ambiente seguro. Nesse processo, nem sempre é permitido à criança conhecer sua história de vida e construir uma narrativa própria. Movimento semelhante observa-se nas pesquisas sobre a infância, com pouco espaço para a manifestação da voz da criança. Este estudo teve por objetivo conhecer os sentimentos e as expectativas de crianças em acolhimento institucional. Trata-se de um estudo de caso coletivo sustentado na psicanálise winnicottiana, do qual participaram cinco crianças acolhidas e em processo de preparação para a adoção. Foram consultados os Planos Individuais de Atendimento e aplicadas a técnica de Observação Lúdica e o Procedimento Desenho-Estória com Tema (DE-T). Os dados foram analisados com base no Diagnóstico Compreensivo e na Livre Inspeção do Material. As expressões lúdicas, imagéticas e narrativas expressas pelas crianças revelaram a angústia relacionada tanto à espera pela adoção, como às vivências nesse contexto, identificado pela ausência afetiva e, muitas vezes, pela incerteza quanto ao futuro. Os resultados demonstram a relevância da escuta ativa dessas crianças como forma de viabilizar-lhes a expressão de sentimentos e ansiedades e possibilitar-lhes uma melhor transição para a família substituta.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.4013/ctc.2020.131.07



ISSN: 1983-3482 - Melhor visualizado no Mozilla Firefox

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional [Atualizado em 26/09/2016].

São Leopoldo, RS. Av. Unisinos, 950. Bairro Cristo Rei, CEP: 93.022-000. Atendimento Unisinos +55 (51) 3591 1122
Projeto gráfico: Jully Rodrigues
 
 
 
 
 
   
Crossref Member Badge Crossref Similarity Check logo