Grupo de crianças em um serviço-escola de psicologia: perspectiva dos usuários e seus responsáveis

Ana Carolina de Moraes Silva, Maíra Bonafé Sei, Maria Lúcia Mantovanelli Ortolan

Resumo


Os serviços-escola de psicologia têm diversificado suas intervenções para atender a extensa fila de espera para psicoterapia individual, com criação de diferentes dispositivos de atendimento. Com isso, objetiva-se investigar a perspectiva de crianças e responsáveis acerca de um grupo aberto de crianças desenvolvido em um serviço-escola de psicologia. Trata-se de uma pesquisa qualitativa, empreendida por meio do Procedimento de Desenho-Estória com Tema, que consistiu na realização de um desenho com o tema “o grupo”, contar uma história, atribuir um título e, por fim, a realização de um inquérito referente à ilustração. A análise de dados seguiu o referencial psicanalítico, a partir de leituras em atenção equiflutuante, atribuindo sentido ao material coletado. Foram entrevistados 9 crianças e 7 familiares e os resultados foram divididos em categorias, discutindo-se divergências e convergências entre a perspectiva de crianças e responsáveis. A partir dos resultados, considera-se que o grupo se apresentou como um espaço lúdico, de acolhimento e estabelecimento de laços de amizades, com limitações concernentes ao contato com os familiares e à heterogeneidade própria dos grupos abertos. Percebe-se que o grupo de dinâmicas se mostrou como uma prática inovadora, pertinente para uso no contexto dos serviços-escola de psicologia.

Palavras-chave: grupo; crianças; clínicas-escola; desenho.


Texto completo: PDF



ISSN: 1983-3482 - Melhor visualizado no Mozilla Firefox

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional [Atualizado em 26/09/2016].

São Leopoldo, RS. Av. Unisinos, 950. Bairro Cristo Rei, CEP: 93.022-000. Atendimento Unisinos +55 (51) 3591 1122
Projeto gráfico: Jully Rodrigues


Crossref Member Badge Crossref Similarity Check logo