Impacto da relação terapêutica na efetividade do tratamento: o que dizem as metanálises?

Maria Adélia Minghelli Pieta, William Barbosa Gomes

Resumo


O presente artigo traz um exame das metanálises em aliança terapêutica, com atenção à sua pertinência para o sucesso do tratamento. Primeiro, caracteriza o conceito de aliança, definida como a mutualidade expressiva de sentimentos e atitudes entre terapeuta e paciente, para diferenciá-la de transferência (repetição de padrões comunicacionais anteriores) e de relação real (autenticidade ou assertividade na relação), e, após, discorre sobre medidas de aliança. Segundo, revisa metanálises em aliança e resultados, destacando os elementos preditores de uma relação terapêutica de boa qualidade. As metanálises apontam para um novo patamar na pesquisa e na prática psicoterapêutica, focalizada na efetividade do tratamento, e pouco interessada nas tradicionais divergências entre abordagens. Enfatiza-se que os serviços psicológicos sejam oferecidos em padrões éticos elevados e sustentados por evidências.

Palavras-chave: aliança, psicoterapia, resultados.


Texto completo: PDF



ISSN: 1983-3482 - Melhor visualizado no Mozilla Firefox

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional [Atualizado em 26/09/2016].

São Leopoldo, RS. Av. Unisinos, 950. Bairro Cristo Rei, CEP: 93.022-000. Atendimento Unisinos +55 (51) 3591 1122
Projeto gráfico: Jully Rodrigues