Plantão psicológico como estratégia de clínica ampliada na atenção básica em saúde

Fázia Beatriz Torres Amorim, Andréa Batista de Andrade, Paulo Coelho Castelo Branco

Resumo


O plantão psicológico se enquadra em uma perspectiva de promoção à saúde mental baseada no acolhimento emergencial da pessoa em situação de crise, corroborando os ideais da clínica ampliada e da atenção básica. Objetivamos problematizar o plantão psicológico como possível estratégia de clínica ampliada, apresentando os desafios e as possibilidades de sua implementação na atenção básica. Trata-se de um ensaio teórico-crítico, cuja sistematização apresenta três eixos: (i) o advento do plantão psicológico e o contexto do SUS; (ii) o plantão psicológico como estratégia da clínica ampliada; e (iii) a implementação do plantão psicológico na atenção básica. Conclui-se que o plantão psicológico amplia o serviço de Psicologia na atenção básica e facilita seu acesso à comunidade, aumenta a resolutividade dos casos e contribui para a integralidade da atenção, colaborando para a materialização dos princípios doutrinários do SUS.

Palavras-chave: clínica ampliada, plantão psicológico, saúde mental.


Texto completo: PDF



ISSN: 1983-3482 - Melhor visualizado no Mozilla Firefox

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional [Atualizado em 26/09/2016].

São Leopoldo, RS. Av. Unisinos, 950. Bairro Cristo Rei, CEP: 93.022-000. Atendimento Unisinos +55 (51) 3591 1122
Projeto gráfico: Jully Rodrigues


Crossref Member Badge Crossref Similarity Check logo