Religiosidade e afrocentricidade na capoeira angola de Porto Alegre (RS)

Erico Tavares de Carvalho, Ari Pedro Oro

Resumo


Este artigo versa sobre a relação entre a capoeira angola e as religiões afro-brasileiras. Trata-se de um texto resultante de uma etnografia realizada junto a um grupo de capoeira angola de Porto Alegre, no qual é analisada a relação dos capoeiristas com o meio afro-religioso. Veremos que essa relação é bastante significativa, chegando a ponto de definir o significado de ser angoleiro. O argumento central baseia-se na premissa de que as práticas e os valores cultivados nessa arte devem muito à sua ligação com a religiosidade afrocêntrica, e que o afastamento desta última levaria, consequentemente, a uma descaracterização do que hoje é conhecido como capoeira angola.

Palavras-chave: religiões afro-brasileiras, capoeira, afrocentralidade.


Texto completo: PDF



ISSN: 2177-6229 - Melhor visualizado no Mozilla Firefox

Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional. [atualizado em 25/05/2016]

São Leopoldo, RS. Av. Unisinos, 950. Bairro Cristo Rei, CEP: 93.022 -750. Atendimento Unisinos +55 (51) 3591 1122 - Banner artwork by Z Shinoda.
Projeto gráfico: Jully Rodrigues