O debate da Teoria Crítica sobre a tecnologia

Ednei de Genaro

Resumo


O presente artigo é dividido em três partes. Na primeira, comentamos as problematizações centrais da questão da tecnologia em autores da primeira geração da Teoria Crítica – notadamente em Theodor Adorno e Max Horkheimer e em Herbert Marcuse. Na segunda, analisamos como o artigo Técnica e Ciência como Ideologia (1968), de Jürgen Habermas, perfaz um debate decisivo acerca de tais problematizações, lançando novas proposições a respeito, as quais resultariam em uma reneutralização da tecnologia. Por fim, na terceira parte, apresentamos a posição contemporânea de Andrew Feenberg sobre os legados dos autores supracitados, esclarecendo suas proposições de Teoria Crítica da Tecnologia.

Palavras-chave: Teoria Crítica, tecnologia, Habermas, Feenberg, Teoria Crítica da Tecnologia.


Texto completo: PDF



ISSN: 2177-6229 - Melhor visualizado no Mozilla Firefox

Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional. [atualizado em 25/05/2016]

São Leopoldo, RS. Av. Unisinos, 950. Bairro Cristo Rei, CEP: 93.022 -750. Atendimento Unisinos +55 (51) 3591 1122 - Banner artwork by Z Shinoda.
Projeto gráfico: Jully Rodrigues