A Igreja Universal do Reino de Deus em Angola: faces da nova cartografia religiosa global

Anaxsuell Fernando Silva, Karen Susan Silva Pititinga Rosa

Resumo


A Igreja Universal do Reino de Deus (IURD) estabeleceu-se em Angola desde 1992, no entanto, sua presença no país tornou-se incerta a partir de um episódio incomum: em dezembro de 2012, em uma vigília para o final do ano, 6 pessoas morreram e outras 120 foram feridas. Tal cenário desencadeou um conjunto de fatos e discursos políticos a respeito dessa instituição religiosa, os quais questionavam a influência da IURD nesse país. Essa proposta de comunicação toma esse fato histórico como mote analítico para compreender a atuação das igrejas neopentecostais brasileiras no continente africano, em especial da IURD em Angola. Objetivamos problematizar a hipótese de essa presença ser compreendida como um instrumento que fomenta o neoimperialismo brasileiro no país, interferindo nos hábitos tradicionais da cultura angolana, ou de se, por outro viés, essa presença religiosa deve ser analisada como um agente de integração entre Brasil e Angola. Para efetivar a análise, partiremos das reportagens sobre o episódio em questão e caminharemos com o auxílio teórico-metodológico da sociologia, da antropologia e das relações internacionais

Palavras-chave: religião, pentecostalismo, Igreja Universal do Reino de Deus, Angola.


Texto completo: PDF



ISSN: 2177-6229 - Melhor visualizado no Mozilla Firefox

Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional. [atualizado em 25/05/2016]

São Leopoldo, RS. Av. Unisinos, 950. Bairro Cristo Rei, CEP: 93.022 -750. Atendimento Unisinos +55 (51) 3591 1122 - Banner artwork by Z Shinoda.
Projeto gráfico: Jully Rodrigues