A concepção dos espíritas sobre assistência social

José Pedro Simões Neto

Resumo


O artigo aborda a concepção dos espíritas sobre a assistência social, a partir de entrevistas realizadas com 30 responsáveis pelos trabalhos assistenciais de casas espíritas em Florianópolis. A análise teve como base autores da sociologia que pensaram a assistência social. Desse modo, investigou-se o tema de forma relacional, incorporando sua formulação dentro do contexto político mais amplo. Para a realização da análise dos dados, foi utilizado o software AntConc (3.4.4), em que se observou as palavras mais recorrentes no discurso dos atores, bem como a correlação estatística entre elas. Foram pré-selecionadas algumas categorias principais para análise, como: caridade, assistente, assistido, entre outras. Em seguida, buscou-se ampliar o significado dos discursos a partir de outros elementos discursivos. O objetivo era conseguir estabelecer uma conceituação da assistência social incorporando seus elementos relacionais e contextuais. A análise mostrou, entre outras conclusões, que a conceituação construída pelos espíritas entrevistados estava mais referida ao universo interno à religião do que dialogava com o contexto social.

Palavras-chave: espiritismo, assistência social, caridade, religião.


Texto completo: PDF



ISSN: 2177-6229 - Melhor visualizado no Mozilla Firefox

Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional. [atualizado em 25/05/2016]

São Leopoldo, RS. Av. Unisinos, 950. Bairro Cristo Rei, CEP: 93.022 -750. Atendimento Unisinos +55 (51) 3591 1122 - Banner artwork by Z Shinoda.
Projeto gráfico: Jully Rodrigues