Paisagem Cultural: discussões contemporâneas por um (novo) olhar para o patrimônio cultural

Luciana de Castro Neves Costa, Juliane Conceição Primon Serres

Resumo


Da valorização do monumento isolado à consideração do patrimônio imaterial, diferentes construções de sentido condicionaram a concepção de patrimônio cultural, culminando hoje na categoria de Paisagem Cultural. Concebida como uma nova forma de pensar e preservar o patrimônio cultural, a partir da contemplação da materialidade e imaterialidade dos bens, bem como sua esfera natural e cultural, a noção de paisagem já integra discussões patrimoniais anteriores, sob diferentes valores, em convenções e cartas patrimoniais. Do mesmo modo, no Brasil, desde a instituição do IPHAN (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional), a noção de paisagem transitou entre as categorias de patrimônio cultural e natural, sendo consolidada recentemente como uma tipologia específica de bem patrimonial, a chancela de Paisagem Cultural Brasileira, e propondo, como consequência, um novo entendimento acerca do patrimônio brasileiro. Neste sentido, o objetivo deste artigo consiste em analisar o processo de ativação patrimonial que viria a consolidar a noção de Paisagem Cultural como nova categoria de bem patrimonial no Brasil, e os bens contemplados sob esta tipologia.

Palavras-chave: patrimônio cultural, ativação patrimonial, paisagem cultural.


Texto completo: PDF



ISSN: 2177-6229 - Melhor visualizado no Mozilla Firefox

Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional. [atualizado em 25/05/2016]

São Leopoldo, RS. Av. Unisinos, 950. Bairro Cristo Rei, CEP: 93.022 -750. Atendimento Unisinos +55 (51) 3591 1122 - Banner artwork by Z Shinoda.
Projeto gráfico: Jully Rodrigues


Crossref Member Badge Crossref Similarity Check logo