O espaço dos possíveis, de Pierre Bourdieu

Maria Thereza Rosa Ribeiro

Resumo


Analisa-se a abordagem do ponto de vista do lugar dos agentes em “A miséria do mundo”, de Bourdieu et al., onde os autores buscam compreender a representação dos agentes classificados como possuidores de capital simbólico negativo. A partir da emergência das vozes dos próprios agentes, Bourdieu observa o espaço dos possíveis, porém impossíveis de superação dos conflitos implícitos nas diferentes visões e no confronto dos que vivem a condição de discriminação. A compreensão do universo dos agentes que coabitam na miséria é vista na chave da reflexividade da prática que descama a dóxa através da hermenêutica das identidades estigmatizadas. Na referência da objetivação participante, a interface entre a fenomenologia e as “meditações pascalianas” se contrapõe ao positivismo e ao racionalismo cientificista.

Palavras-chave: reflexividade, praxiologia, fenomenologia.


Texto completo: PDF



ISSN: 2177-6229 - Melhor visualizado no Mozilla Firefox

Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional. [atualizado em 25/05/2016]

São Leopoldo, RS. Av. Unisinos, 950. Bairro Cristo Rei, CEP: 93.022 -750. Atendimento Unisinos +55 (51) 3591 1122 - Banner artwork by Z Shinoda.
Projeto gráfico: Jully Rodrigues


Crossref Member Badge Crossref Similarity Check logo