Da sociologia do desvio à criminologia crítica: os indígenas de Mato Grosso do Sul como outsiders

Igor Henrique da Silva Santelli, Antonio Guimarães Brito

Resumo


Este trabalho examina algumas das principais teorias acerca da estigmatização, do comportamento desviante, da marginalização e da criminalização e submete a situação dos indígenas de Mato Grosso do Sul a uma análise segundo essas teorias. Na primeira parte, trata das abordagens sociológicas de Goffman, Becker e Elias, que apontam as razões e os efeitos da estigmatização, da rotulação e da marginalização e expõem características elementares da relação estabelecidos-outsiders. Na segunda, estuda o fenômeno da criminalização e a característica da seletividade do sistema penal, sob o enfoque da criminologia crítica. Por fim, busca apontar a estigmatização, a rotulação, a marginalização e a criminalização dos indígenas de Mato Grosso do Sul, observando os conceitos fundamentais das teses tratadas nas duas primeiras partes do texto.

Palavras-chave: criminologia crítica, estigma, indígenas, sociologia das relações de poder, sociologia do desvio.


Texto completo: PDF



ISSN: 2177-6229 - Melhor visualizado no Mozilla Firefox

Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional. [atualizado em 25/05/2016]

São Leopoldo, RS. Av. Unisinos, 950. Bairro Cristo Rei, CEP: 93.022 -750. Atendimento Unisinos +55 (51) 3591 1122 - Banner artwork by Z Shinoda.
Projeto gráfico: Jully Rodrigues


Crossref Member Badge Crossref Similarity Check logo