Brasil: da identidade à marca

Maria Celeste Mira

Resumo


Ao longo da nossa história, a ideia de Brasil tem sido objeto de diversas elaborações, em geral, combinando aspectos políticos e estéticos. No entanto, na virada para o terceiro milênio, este processo assumiu novos contornos. As apropriações e reelaborações da ideia de Brasil se multiplicaram. As iniciativas estavam por toda parte, alcançando os diversos setores da produção cultural e artística, a mídia e, sobretudo, o mercado. O objetivo do texto é apresentar os resultados de pesquisa documental realizada sobre o tema ao longo dos anos 2000, os quais indicam duas mudanças básicas em relação aos movimentos do século XX: o deslocamento do interesse político para o mercadológico, bem como da ênfase na identidade nacional para a diversidade cultural. A título de conclusão, discutem-se as implicações do deslizamento da construção da identidade da esfera da política para a do consumo.

Palavras-chave: Brasil, identidade nacional, diversidade cultural, marca.


Texto completo: PDF



ISSN: 2177-6229 - Melhor visualizado no Mozilla Firefox

Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional. [atualizado em 25/05/2016]

Signatária da Declaração de São Francisco sobre Avaliação da Pesquisa – DORA

 

São Leopoldo, RS. Av. Unisinos, 950. Bairro Cristo Rei, CEP: 93.022 -750. Atendimento Unisinos +55 (51) 3591 1122 - Banner artwork by Z Shinoda.
Projeto gráfico: Jully Rodrigues



Crossref Member Badge

Crossref Similarity Check logo

 

Redalyc - Red de Revistas Científicas de América Latina y el Caribe, España y Portugal

GoogleScholar