Narrativas de democratização cultural no Brasil: um olhar sociológico ao Programa Cultura Viva

Rodrigo Manoel Dias da Silva

Resumo


O presente artigo problematiza os significados de democratização cultural explicitados na história recente das análises das políticas culturais e procura verificar como esta diversificação conceitual se expressou nas políticas implementadas no Brasil. Para tal, analisa as recorrências narrativas destes processos no Programa Cultura Viva, do Ministério da Cultura. Conclui que a democratização cultural diz respeito a um conjunto heterogêneo e multifacetado de ações políticas e práticas culturais que convergem para objetivos sociais cuja escala de intervenção associa: realocação dos recursos públicos através de processos seletivos de ampla concorrência, interiorização geográfica das intervenções estatais, pluralização das questões identitárias e enfrentamento das desigualdades sociais.

Palavras-chave: políticas culturais, democratização, objetivos sociais.


Texto completo: PDF



ISSN: 2177-6229 - Melhor visualizado no Mozilla Firefox

Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional. [atualizado em 25/05/2016]

Signatária da Declaração de São Francisco sobre Avaliação da Pesquisa – DORA

 

São Leopoldo, RS. Av. Unisinos, 950. Bairro Cristo Rei, CEP: 93.022 -750. Atendimento Unisinos +55 (51) 3591 1122 - Banner artwork by Z Shinoda.
Projeto gráfico: Jully Rodrigues



Crossref Member Badge

Crossref Similarity Check logo

 

Redalyc - Red de Revistas Científicas de América Latina y el Caribe, España y Portugal

GoogleScholar