A categoria raça nas Ciências Sociais: revisitando alguns processos políticos, sociais e culturais na história do Brasil

José Ivo Follmann, Adevanir Aparecida Pinheiro

Resumo


Dentro do diálogo sobre a emergência da categoria de raça no Brasil e em Cabo Verde, na sequência da discussão apresentada por José Carlos dos Anjos, este artigo enfatiza os mecanismos mais importantes que marcaram o atraso desta emergência no Brasil. Partindo da referência a três mecanismos, tais como o “ritual” da árvore do esquecimento, a imposição de uma nova religião oficial e a desagregação dos grupos de parentesco e das etnias, o artigo sublinha, como argumento central, que o uso de teorias racistas como justificativa e o esforço do Estado brasileiro por uma política de branqueamento, que marcou a história do Brasil, foram fortemente determinantes. Os autores mostram também a importância da emergência da categoria racial no contexto brasileiro atual e a pertinência do conceito de afrodescendentes.

Palavras-chave: Afrodescendentes, racismo no Brasil, política de branqueamento.


Texto completo: PDF



ISSN: 2177-6229 - Melhor visualizado no Mozilla Firefox

Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional. [atualizado em 25/05/2016]

São Leopoldo, RS. Av. Unisinos, 950. Bairro Cristo Rei, CEP: 93.022 -750. Atendimento Unisinos +55 (51) 3591 1122 - Banner artwork by Z Shinoda.
Projeto gráfico: Jully Rodrigues


Crossref Member Badge Crossref Similarity Check logo