Observations on features of a research interview

Andrew P. Carlin

Resumo


Este artigo examina algumas das características constitutivas de entrevistas e da apresentação de “achados” a partir de entrevistas. Um conjunto de entrevistas abertas foram conduzidas após o ataque a bomba no centro de Manchester com residentes da área, pessoas que trabalhavam no centro da cidade e membros dos serviços de emergência que se fizeram presentes no local. Independentemente do tema “substantivo” das perguntas, um enfoque naturalista das estruturas de discurso dentro dessas entrevistas disponibiliza fenômenos lingüísticos colaborativos produzidos pelo entrevistador e pelo entrevistado. Essas práticas rotineiras incluíam a projeção do discurso para um interlocutor específico, o uso de referentes ou expressões de indexação, a distribuição em categorias de membros e a narração de histórias. Como análise de um único caso, uma seqüência de conversação tomada de uma entrevista é usada para salientar a especificidade dessas características ordinárias.

Palavras-chave: sinais de reconhecimento, ataque à bomba em Manchester, Análise de Categorização de Membros, assunção, projeto de receptores, histórias.

Texto completo: PDF (English)



ISSN: 2177-6229 - Melhor visualizado no Mozilla Firefox

Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional. [atualizado em 25/05/2016]

São Leopoldo, RS. Av. Unisinos, 950. Bairro Cristo Rei, CEP: 93.022 -750. Atendimento Unisinos +55 (51) 3591 1122 - Banner artwork by Z Shinoda.
Projeto gráfico: Jully Rodrigues


Crossref Member Badge Crossref Similarity Check logo