Cidadania empresarial: o ardil da destituição do dissenso

Attila Magno e Silva Barbosa

Resumo


O objetivo principal deste artigo é analisar os resultados que projetos de responsabilidade social empresarial produzem junto às comunidades beneficiadas. Tal análise está baseada em um estudo de caso da empresa ALBRAS SA, mais especificamente seus dois principais projetos sociais corporativos. Em um primeiro momento, a análise baseia-se no processo de empoderamento das empresas transnacionais ante o enfraquecimento do Estado-Nação no contexto do atual estágio de desenvolvimento capitalista. Num segundo momento, tentaremos demonstrar que tais projetos são promovidos a partir de um discurso de “mobilização dos pobres”, onde estes são considerados como responsáveis pela sua permanência ou não na condição de pobreza. Num terceiro momento, demonstraremos que tais tipos de ações estão inscritas na racionalidade instrumental do mercado e, por isso, impõem todo um conjunto de técnicas gerenciais como única forma legitima de superar as carências e necessidades sociais, o que evidencia o caráter anti-dissensual destas.

Palavras-chave: responsabilidade social empresarial, globalização, dissenso.

Texto completo: PDF



ISSN: 2177-6229 - Melhor visualizado no Mozilla Firefox

Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional. [atualizado em 25/05/2016]

São Leopoldo, RS. Av. Unisinos, 950. Bairro Cristo Rei, CEP: 93.022 -750. Atendimento Unisinos +55 (51) 3591 1122 - Banner artwork by Z Shinoda.
Projeto gráfico: Jully Rodrigues


Crossref Member Badge Crossref Similarity Check logo