As políticas sociais de reconhecimento como elemento de redução das desigualdades sociais

Alex Pizzio

Resumo


O presente trabalho aborda questões relativas às desigualdades sociais e o reconhecimento social. Para alguns autores, está última categoria tem assumido caráter de urgência dado ao suposto vínculo existente entre reconhecimento e identidade, onde a identidade designa algo como a compreensão de quem somos, de nossas características definidoras fundamentais como seres humanos. Desta feita, supõe-se que o não reconhecimento ou o reconhecimento errôneo podem causar danos, podendo configurar-se como uma forma de opressão, na medida em que aprisiona alguém numa modalidade de ser falsa, distorcida e redutora. O objetivo das reflexões, aqui apresentadas, é mostrar que as políticas de reconhecimento configuram-se num campo de possibilidades, espaço de formulação e implementação de projetos coletivos, que objetivam a conquista e ampliação dos direitos sociais característicos da cidadania, com reflexos na diminuição das desigualdades sociais em regimes democráticos.

Palavras-chave: políticas de reconhecimento, desigualdade social, campo de possibilidades.

Texto completo: PDF



ISSN: 2177-6229 - Melhor visualizado no Mozilla Firefox

Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional. [atualizado em 25/05/2016]

Signatária da Declaração de São Francisco sobre Avaliação da Pesquisa – DORA

 

São Leopoldo, RS. Av. Unisinos, 950. Bairro Cristo Rei, CEP: 93.022 -750. Atendimento Unisinos +55 (51) 3591 1122 - Banner artwork by Z Shinoda.
Projeto gráfico: Jully Rodrigues



Crossref Member Badge

Crossref Similarity Check logo

 

Redalyc - Red de Revistas Científicas de América Latina y el Caribe, España y Portugal

GoogleScholar