As modernas técnicas de reprodutibilidade: adestramento ou resistência?

Daniel Calbino, Mariana Mayumi Pereira Souza, Rafael Diogo Pereira, Ana Paula Paes de Paula

Resumo


O objetivo do presente trabalho é resgatar o debate entre dois importantes pensadores da escola alemã de Frankfurt, Theodor Adorno e Walter Benjamin, a respeito dos impactos político-sociais dos processos de reprodutibilidade e de massificação da cultura. Primeiramente, no plano teórico, destacam-se os principais pontos de vista dos autores, os quais, algumas vezes, se mostram divergentes. Posteriormente, no plano empírico, aplicam-se elementos da Análise do Discurso em reportagens de duas revistas brasileiras, a Veja e a Caros Amigos. Ao final, procura-se refletir, à luz das ideias de Adorno (1978) e de Benjamin (1982), sobre as diferenças ideológicas evidenciadas entre as duas revistas, seu posicionamento e sua função na sociedade brasileira contemporânea.

Palavras-chave: indústria cultural, mídia de massa, resistência, Adorno e Benjamin.

Texto completo: PDF



ISSN: 2177-6229 - Melhor visualizado no Mozilla Firefox

Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional. [atualizado em 25/05/2016]

São Leopoldo, RS. Av. Unisinos, 950. Bairro Cristo Rei, CEP: 93.022 -750. Atendimento Unisinos +55 (51) 3591 1122 - Banner artwork by Z Shinoda.
Projeto gráfico: Jully Rodrigues


Crossref Member Badge Crossref Similarity Check logo