Signos e sentidos em transporte: uma análise da entextualização do enunciado “Tipo menina” no vídeo da campanha publicitária #LikeAGirl, da Always

Autores

  • Elayne Gonçalves Silva Universidade Estadual do Ceará.
  • João Batista Costa Gonçalves Universidade Estadual do Ceará.
  • Claudiana Nogueira de Alencar Universidade Estadual do Ceará (UECE).

DOI:

https://doi.org/10.4013/cld.2020.183.03

Resumo

Este artigo objetiva realizar uma análise da entextualização do enunciado “Como uma menina” no vídeo da campanha publicitária #LikeAGirl (2014), com base nos conceitos de entextualização e de enunciado. Nesse vídeo, a expressão comparativa “Como uma menina”, que historicamente circula num discurso machista, foi transposta para um novo contexto, ligado ao discurso publicitário. Com o estudo, pudemos concluir que o enunciado “Como uma menina”, ao sofrer o processo de entextualização, satura-se de novas marcas contextuais, ganhando matizes semânticos distintos. Além disso, pudemos observar que alguns dos participantes do vídeo da campanha atribuíram valores negativos à expressão “Como uma menina”, expressando uma visão depreciativa sobre o desempenho de meninas e de mulheres em práticas esportivas; outros, por sua vez, deram valores positivos à expressão mencionada e buscaram ressignificá-la.

Palavras-chave: Entextualização; Enunciado; #LikeAGirl.

Biografia do Autor

Elayne Gonçalves Silva, Universidade Estadual do Ceará.

Mestre em Linguística Aplicada pelo Programa de Pós-graduação em Linguística Aplicada da UECE (PosLA/UECE) e doutoranda pelo mesmo programa.

João Batista Costa Gonçalves, Universidade Estadual do Ceará.

Pós-doutorado em Linguística (UFC); Filiação institucional atual: Universidade Estadual do Ceará (UECE)

Claudiana Nogueira de Alencar, Universidade Estadual do Ceará (UECE).

Pós-doutorado em Semântica/Pragmática (UNICAMP); Filiação institucional atual: Universidade Estadual do Ceará (UECE)

Downloads

Publicado

2020-11-04