“Mas isso não é uma aula de português?!” O ensino da língua na aprendizagem da docência

Isabel de Oliveira e Silva Monguilhott, Maria Izabel de Bortoli Hentz

Resumo


Neste artigo, coloca-se em evidência o ensino de língua, tanto em termos do fazer teórico, quanto em termos do fazer prático, no estágio supervisionado em Língua Portuguesa, do curso de licenciatura em Letras Português, da Universidade Federal de Santa Catarina. No que se refere ao fazer teórico, discute-se a concepção interacionista/dialógica de sujeito, de aprendizagem e de linguagem que embasam a docência. Já em relação ao fazer prático, analisa-se uma experiência de ensino do gênero reportagem vivenciada na formação inicial de professores no segundo semestre de 2018, representativa do encaminhamento do trabalho realizado nessa etapa formativa, considerando a elaboração de um projeto docente para o trabalho com fala-escuta, leitura-escrita e análise linguística, eixos organizadores do ensino da língua. A análise dessa experiência revela que o fazer teórico e o fazer prático articulam-se e resultam em uma prática pedagógica exitosa.

Palavras-chave: estágio curricular supervisionado; ensino de língua portuguesa; fala-escuta, leitura-escrita e análise linguística.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.4013/cld.2020.182.02



SCImago Journal & Country Rank

ISSN 2177-6202