Identidades docentes e a ética discursiva nas interações sugeridas nas consígnias de abertura no contexto da educação a distância

Rita de Cássia Souto Maior, Lilian Soares Figueiredo Luz

Resumo


A Educação a Distância vem se reestruturando devido a historicidade própria dos processos sociais e de mudanças interacionais das relações humanas, resultantes também de características pós-modernas. Tudo isso nos faz refletir sobre a reestruturação das identidades sociais nesse contexto o papel do/a docente no processo de ensino e aprendizagem e a necessidade de uma reflexão sobre as interações ético-discursivas no processo de ensino, a partir de revisão dos significados da profissão. Desse modo, baseando-nos na perspectiva da Linguística Aplicada, temos o objetivo de refletir sobre a relação entre propostas de interação entre professor/a-aluno/ a e identidade docente. Como pressupostos metodológicos, a partir da abordagem qualitativa de pesquisa, utilizamos o estudo de caso e a análise de produções textuais das consígnias de disciplinas do curso de Letras do Programa Universidade Aberta do Brasil (UAB), oferecido pelo Instituto Federal de Alagoas (IFAL). Concluimos que as práticas linguístico-discursivas do gênero consígnia sinalizam indícios identitários dos/as docentes, a partir da construção das escolhas ético-discursivas do/a professor/a, que compõem os aspectos interacionais entre os/as interlocutores/as no  ambiente virtual de aprendizagem. Esses aspectos são construídos e reconstruídos a partir desse contexto instável da contemporaneidade.

 


Texto completo: PDF



ISSN: 2177-6202 - Melhor visualizado no Mozilla Firefox

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0

São Leopoldo, RS. Av. Unisinos, 950. Bairro Cristo Rei, CEP: 93.022 -000. Atendimento Unisinos +55 (51) 3591 1122

Projeto gráfico: Jully Rodrigues


 

SCImago Journal & Country Rank Crossref Member Badge Crossref Similarity Check logo