A proposta de plano(s) pré-formatado(s) para um gênero aplicada a um caso de intertextualidade

Evandro de Melo Catelão, Mônica Magalhães Cavalcante

Resumo


Os estudos de Jean-Michel Adam contribuíram, nas últimas décadas, para muitas distinções analíticas no campo da linguística textual. Conceitos como os de sequências e plano de texto, entre outros, são retomados com frequência para estudos, principalmente aqueles relacionados com questões envolvendo os gêneros discursivos. Nesses limites, este artigo objetiva descrever os principais pontos apresentados pelo autor para os conceitos de sequência, plano de texto e gênero, intercruzando uma apresentação da reedição (2017) de Les textes, types et prototypes do autor com parte de pesquisa de pós-doutorado que trata de uma possível definição de plano pré-formato para um gênero. Utilizamos para exemplificação e análise um esquema analítico criado com base nos conceitos do autor e na definição de gênero do discurso em Bakhtin. A proposta criada possibilitou uma análise em diferentes níveis, delineando aspectos mais centrais ao estabelecimento de um plano pré-formatado para certos gêneros com marcas de plano de texto fixo e/ou indicação de intertextualidade.

Palavras-chave: planos pré-formatados, gêneros, intertexto, fábulas.


Texto completo: PDF



ISSN: 2177-6202 - Melhor visualizado no Mozilla Firefox

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0

São Leopoldo, RS. Av. Unisinos, 950. Bairro Cristo Rei, CEP: 93.022 -000. Atendimento Unisinos +55 (51) 3591 1122

Projeto gráfico: Jully Rodrigues


 

SCImago Journal & Country Rank Crossref Member Badge Crossref Similarity Check logo